O poder da hora bar para o engajamento à inovação e ao trabalho em equipe

Muitos insights surgem durante conversas que às vezes consideramos insignificantes, já que são nessas horas que estamos com a guarda baixa e nossos anticorpos corporativos, responsáveis pela nossa resistência à mudança, estão distraídos.

Para que uma equipe se torne engajada e colaborativa, é preciso que se estimule a hora/bar, aquele bate-papo na hora do cafezinho, ou até no almoço, que acontece despretensiosamente e solta.

Para que isso aconteça, a equipe tem que estar integrada entre si e, principalmente, o clima organizacional tem que ser bom, afinal trabalhar em um ambiente agradável é fundamental.

A interação das pessoas da equipe entre elas e com seus stakeholders pode gerar resultados além dos planejados na meta acordada. A interação surgida nas horas/bar estimulam a colaboração, favorecendo a captação de ideias para oportunidades de melhorias e inovação, que garantirão a perenidade da empresa.

No curso de Inteligência Coletiva: Colaboração, Engajamento e Inovação, da ESPM São Paulo, você terá a oportunidade de conhecer um pouco sobre como uma equipe pode ser estimulada a se tornar colaborativa e como colher os frutos deste engajamento.

Conectar pessoas, ajustar processos, melhorar a comunicação e aplicar uma gestão colaborativa e inovadora de equipes, é a melhor maneira de trabalhar com equipes.

*Originalmente publicado em Pulse

https://www.linkedin.com/pulse/experi%C3%AAncia-s%C3%B3-tem-que-ser-do-cliente-externo-marcelo-oliveira

About the author: inovadoramente

Leave a Reply

Your email address will not be published.