Na sua equipe existem Funcionários ou Colaboradores? Qual a melhor forma de chama-los?

Uma coisa que ouço já faz algum tempo é a questão sobre chamar os empregados de uma empresa de funcionários ou colaboradores. No que vejo, existe uma preocupação maior em ser politicamente correto, tentando dar uma nomenclatura que soe mais agradável, do que na de dar sentido ao termo em si.

Na minha opinião, colaborador tem haver com colaboração, que está ligada a engajamento. Logo, acho estranho, para não dizer paradoxal, uma empresa que possua problemas com engajamento chamar todos que ali trabalham de colaboradores.

O que há de constrangedor ou antiquado em chamar alguém de empregado ou funcionário? Para mim, absolutamente nada, afinal são pessoas que na prática vendem sua força de trabalho em troca de salário e benefícios, certo? Em contrapartida, uma pessoa que busca algo mais ou se identifica realmente com a filosofia da empresa acaba se engajando e deseja, de alguma forma, fazer parte do futuro do lugar aonde trabalha. Essa pessoa pratica colaboração para crescer junto com a organização! Esse é o verdadeiro colaborador.

Quando somos contratados por uma empresa, principalmente no início da carreira, é normal buscarmos a segurança para a nossa vida particular na forma de salário e benefício, afinal todos temos contas, família para sustentar, desejos que queremos adquirir. Quem nunca escutou ou disse a frase “Eu não fui contratado para fazer isso”? Essa pessoa não está sendo necessariamente desinteressada ou fazendo corpo mole, o que acontece é que nesse momento entram em cena os nossos anticorpos corporativos, que reagem instantaneamente contra algo novo, que institivamente consideramos como uma ameaça ao nosso trabalho e que irá atrapalhar os resultados esperados pelo gestor. É um instinto de sobrevivência profissional, estamos apenas sendo um funcionário.

Agora, quando o funcionário se identifica com a filosofia, valores e missão da organização, ela desenvolve o tal ownership, aquele senso de propriedade sobre o que faz, o que leva à busca de novos desafios, em compartilhar o seu conhecimento com os colegas para perpetuar o capital intelectual da organização, a dar ideias para melhorar processos e criar novos produtos e serviços. Essa pessoa está praticando a colaboração, ela está sendo um colaborador.

Em resumo, um funcionário pode ser contratado pela empresa, no entanto, um colaborador deve ser conquistado. Enquanto que para manter em seu quadro um funcionário a empresa procura oferecer salários competitivos com o mercado e bons benefícios, para conquistar um colaborador requer mais dedicação ainda por parte do gestor. A pessoa deve ser guiada em uma jornada que o levará de um simples funcionário a um importante colaborador. Então, sua empresa tem funcionários ou colaboradores?

 * Publicado originalmente no LinkedIn.

Leave a Reply

Your email address will not be published.