Microlearning e Trilhas de Conhecimento… aprendizado focado e eficaz

Capacitar é um verbo que precisa ser mandatório dentre uma empresa, independente do porte! A grande vantagem é que capacitando seus colaboradores, a empresa passa a ter profissionais mais qualificados para melhorar constantemente seus processos internos, o que refletirá em melhores serviços e produtos.

O que às vezes acaba impactando é o custo de treinar as pessoas, o que não diz respeito unicamente ao valor dos treinamentos. Algumas vezes fica difícil deslocar alguém temporariamente de suas funções, mesmo que na volta ele as faça melhor do que antes. Como resolver esta questão? O formato de aprendizado microlearning atende bem os dois casos. Primeiro pelo custo e depois pela praticidade.

O formato microlearning é um aprendizado online de curta duração, com foco em um único objetivo de aprendizagem, e que está inserido dentro de um contexto específico. É possível capacitar os colaboradores em conhecimentos específicos, de uma maneira simples e rápida, com cursos rápidos.Digamos que preciso capacitar meus gestores a desenvolverem suas equipes, poderia começar com um primeiro curso só falando de avaliação por desempenho, depois outro sobre plano de desenvolvimento individual, seguido por um de planejamento de carreira e assim por diante. No fim, não teríamos um curso de gestão de pessoas fatiado, mas uma trilha de conhecimento sobre gestão de pessoas que pode ser construída a partir das necessidades da empresa.

O mais importante aqui é o fato de que o gestor, no caso, não precisa ficar em uma sala de aula presencial durante alguns dias, ele pode fazer os módulos aos poucos, 30 minutos por dia, por exemplo. Ele se capacita e o treinamento não interfere na dinâmica de seu cotidiano profissional. O custo? Com certeza bem menor do que o seria gasto com um curso presencial, que teria incluso a infraestrutura, o custo em manter instrutor (considerando que seja alguém da empresa) e participantes fora de seus postos de trabalho.

Dentre os benefícios do microlearning para quem aprende, o tempo, como já mencionei, é um dos mais importantes. Isso porque significa menos tempo fora de seu posto de trabalho, o que reduz as chances de acúmulo ou atraso de tarefas ou da pressão do gestor imediato por causa do colaborador estar muito tempo longe de suas atividades.

A rapidez e praticidade do microlearning se dá pelo fato de ser produzido e disponibilizado sob demanda, atendendo especificamente às necessidades da empresa e do desenvolvimento do colaborador, o que potencializa o aprendizado.

Outro fator que possibilita a rapidez e a praticidade do microlearning é a acessibilidade, podendo o curso ser feito de qualquer lugar ou a qualquer hora, bastando uma conexão à rede e um computador ou um disposivo móvel (tablet ou smartphone). Associando essa acessibilidade à uma plataforma multimídia, que permita uma personalização e uma disposição rica de material de apoio, como vídeos gravados, vídeos de animação, animações de whiteboard, atividades gamificadas, cases para tomada de decisão, jogos e pequenas simulações, tornam a experiência de aprendizado ainda mais propensa à retenção do conhecimento adquirido.

Para a empresa, a rápida produção do conteúdo, uma fez que o foco é dirigido a um tema específico, o baixo custo para ser produzido, e a facilidade em se atualizar o conteúdo, já que o curso é curto e fortemente relacionado ao dia-a-dia de quem está aprendendo, formam um combo de benefícios que, ao ser combinados com os oferecidos a quem aprende, resultam em alto custo benefício. Se desenvolve os profissionais, que tornarão os processos melhores, e assim oferecerão produtos e serviços de maior qualidade, a custo realativamente baixo.

Por se tratar de uma estratégia aberta e viva, o microlearning não precisa de um momento específico para ser utilizado, portanto basta ter claro os objetivos que se deseja alcançar com a metodologia e colocar em prática. As aplicações podem ser desde a atualização de normas da empresa, um procedimento que sofrido com uma recorrência de erros, algo com aspecto comportamental, por exemplo, ou uma capacitação contínua, através de uma biblioteca de treinamentos curtos.

As bibliotecas de treinamentos no formato microlearning podem ser estruturadas de modo que formem Trilhas de Conhecimento, de modo que quem aprende pode escolher o conjunto de conteúdo que atenda a sua demanda naquele momento, podendo complementá-la ou desviar o direcionamento a partir de qualquer ponto da trilha original.

Em resumo, estruturar sua capacitação corporativa dentro do modelo de microlearning, criando trilhas de conhecimento, é uma opção simples, barata e eficaz de desenvolver pessoas.

Essa é a ideia que usamos, por exemplo, para criar o EducadoraMente, a nossa plataforma de cursos online, de curta duração e de fácil acesso para capacitação, podendo ser realizado a qualquer hora e em qualquer lugar, bastando uma conexão de internet e um computador ou dispositivo móvel.

Leave a Reply

Your email address will not be published.