Análise SWOT e a Gestão de Processos

Para você que não conhece, SWOT é a sigla dos termos Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças), uma metodologia usada em administração para avaliar cenários internos e externos e assim, direcionar estratégias de negócio em relação ao mercado. Esse tipo de análise também pode ser muito útil quando se está analisando processos.

A análise SWOT pode mostrar aonde estão os pontos a serem trabalhados dentro de um processo, pontos esses que podem deixar o processo vulnerável. Assim, olhando de perto as “fraquezas” pode-se antecipar as “ameaças” que podem prejudicar as entregas de um processo, como a perda de qualidade, prazos impactados, qualificação deficiente e assim por diante.

Por outro lado, olhar as “forças” de um processo, ou seus pontos fortes, oferece a possibilidade de se antecipar à ameaças usando recursos disponíveis dentro do próprio processo. Esses mesmos pontos fortes oferecem “oportunidades”, que trarão melhorias ao processo, com ganhos em qualidade e prazos.

Uma análise SWOT é simples de fazer e pode ser revisitada como uma forma de monitorar o amadurecimento de um processo.

Pode ser posto em prática por meio de sessões de brainstorming, colaborativamente pela equipe que executa o processo. A colaboração nesta análise é muito importante, já que cada pessoa terá pontos de vistas únicos sobre a execução de um processo, e assim teremos mais possibilidades e informação para trabalhar.

E aí, se animou para experimentar? Então mãos à obra!

 

*Publicado originalmente no Ideia de Marketing.

About the author: inovadoramente

Leave a Reply

Your email address will not be published.