A rocha, a esponja e o lápis – O que isso ensina sobre resiliência?

A resiliência pode ser explicada como a capacidade que um profissional possui de resistir às adversidades e reagir diante de uma nova situação. Essa é uma habilidade importante para o dia a dia dentro do ambiente corporativo.

Vivemos frequentemente situações que exigem que enfrentemos a pressão, a competitividade, crises e rejeições, de uma forma que possamos absorver esse impacto e lidar com esses eventos de maneira positiva.

E o que a rocha, a esponja e o lápis tem a ver com resiliência, afinal? Bom, vamos pensar…

Uma rocha enfrenta situações adversas constantemente, mas não se abala, isso porque durante sua formação ela se tornou forte para resistir as intemperes que o ambiente impõe a ela. Quando você enfrenta alguma situação adversa no ambiente corporativo, que te dá aquela pancada emocional, conhecer suas qualidades e pontos fortes, bem como suas limitações, te deixa mais firme para receber o impacto. Daí a necessidade de se preparar para a sua carreira, atualizando-se constantemente para se fortalecer.

A principal característica de uma esponja é absorção, certo? Então, pense… se você enfrentou alguma adversidade e conseguiu passar por ela, essa experiência te deixou algum aprendizado. Absorver essas experiências e aprender com elas é algo que te deixa mais forte e mais resiliente para futuras situações. Aprenda! Se sofreu com prazos, por exemplo, procure ler o que aconteceu e aplicar o que aprendeu para otimizar o processo para lidar melhor com deadlines.

Com um lápis podemos escrever ou reescrever uma história, certo? Aqui o sentido é o mesmo. Se você conseguiu superar uma situação difícil e aprendeu com ela, precisa por isso em prática. Reescreva o processo que deu errado. Use o que aprendeu com o conhecimento que você já domina e se prepare para enfrentar o evento caso ele aconteça novamente, ou melhor ainda, para evitar que aconteça novamente.

Resumindo, seja firme como rocha, absorva as experiências e reescreva seu processo para que esteja melhor preparado para este cenário, caso ele se apresente novamente.

Aliado a isso, ter uma inteligência emocional e um pensamento positivo bem trabalhados é importante para que o lado emocional do profissional esteja equilibrado para que possa fluir o lado técnico.

E aí, como anda a sua resiliência?

 

*/Publicado originalmente no site Ideia de Marketing

Leave a Reply

Your email address will not be published.